Glícia Neves - Sexologia & Coaching

Facebook - Clique para acessarInstagram - Clique para acessarYouTube - Clique para acessar

Agende sua consultaConsultas

(63) 8430-3809

Skype: glicia_tins

atendimento@glicianeves.com

Terça, 27 Fevereiro 2018

Você finge orgasmo?

Você finge orgasmo?

Algumas mulheres, afirmam que isso é uma prática comum no relacionamento – “Claro que finjo, quem nunca?”.

Existem algumas ponderações importantes sobre o assunto:

  • Nunca sentiu orgasmo e finge para acabar logo com aquilo?
  • Nunca sentiu orgasmo e tem que fingir para agradar o parceiro?
  • Nunca sentiu orgasmo e finge com medo de perder o parceiro?
  • Já sentiu, mas está com dificuldade e finge?

Para continuar com essa prática muitas mulheres tem uma lista de justificativas. Para elas é como se estivessem fazendo algo de bom pelo parceiro e pelo relacionamento. E isso não é verdade, o fato de ter uma intenção em agradar não é suficiente para resolver os problemas. Pois se há mentira ou engano o erro já começa por aí.

O hábito de fingir orgasmo pode mascarar uma disfunção sexual a anorgasmia, que é a ausência de orgasmo.
Existem alguns tipos de anorgasmia:

Anorgasmia primária: quando a pessoa nunca experimentou a sensação de orgasmo.
Anorgasmia secundária: quando a pessoa já experimentou o orgasmo, mas por algum motivo, deixou de acontecer.
Anorgasmia total ou absoluta: quando a pessoa não tem orgasmo.
Anorgasmia situacional: quando a anorgasmia ocorre em determinada situação ou com determinado parceiro.

Normalmente mulheres que tem esse tipo de dificuldade, tende a evitar o sexo com frequência. Pois já sabem que não irão sentir nada e tem preguiça daquele ritual.

Para dar início a uma postura saudável para o relacionamento, seu parceiro precisa saber da sua dificuldade, para que juntos possam buscar as soluções. Então converse com ele. O próximo passo é buscar ajuda profissional. Pois sozinha você já viu que não está funcionando. A terapia sexual pode te auxiliar nesse processo. Encare de frente e busque formas de solucionar o problema. Se enganar e enganar o outro definitivamente não é a solução.
Se você gostou desse artigo, acompanhe, marque alguém que precisa saber sobre isso.

Glícia Neves - Sexologia & Coaching

Agende sua consultaConsultas

(63) 8430-3809

Skype: glicia_tins

atendimento@glicianeves.com

Facebook - Clique para acessarInstagram - Clique para acessarYouTube - Clique para acessar

Ir para o topo